sexta-feira, novembro 19, 2010

Feliz Aniversário DJ Cléston!

Hoje, 19 de novembro, é aniversário do nosso querido DJ!!! Desejo a ele toda felicidade do mundo e que a estrada seja longaaaaa e cheia de notícias boas!!

Feliz aniversário!!!

Para comemorar a data, segue um entrevista com o DJ, do blog Papeando.net, já é um pouco antiga, mas é bem legal.

Nome: DJ Cleston
Atividade: Músico
Twitter: @Cleeeston
Cachê pela entrevista: 1.000.000,00 euros

Olá, Cleston, é um enorme prazer para o Papeando.net ter este papo contigo. Você começou como DJ depois de uma viagem para os EUA, onde você tinha ido para trabalhar, então viu uma disputa de DJ’s e se interessou, é isso? Nos conte um pouco da sua carreira.Bom! Já gostava da música eletrônica desde o Brasil, indo para os Estados Unidos, ficou bem mais fácil o contato com os equipamentos e os vinis que curtia no momento, sou da geração da Disco e do Break Dance, curtindo também o Rock anos 80, mas minha paixão pelas pick´s, surgiu depois de um DMC em NYC, onde fui ver as performance dos Dj´s, aí nesse momento comecei a praticar os Scratch´s e as mixagens em casa mesmo, 1989.

Como foi trabalhar com o Gabriel?
Foi maravilhoso, conheci o Gabriel em NYC, já estava bom nas pick´s na época em 92, lembro que fizemos um som bacana lá no apartamento. Ele nem era o Pensador ainda, ele lançou seu primeiro disco em 93, lembro que me ligou uma vez querendo que eu viesse para o Brasil ser o DJ, mas não podia sair do país, em 95 tive no Brasil, quando eu iria retornar ele me convidou de novo, porque o DJ Frias queria sair da banda. Eu aceitei o convite e fiquei com ele até o ano 2002. Meu último trabalho com Gabriel foi o ao Vivo dele. Aprendi muita coisa com ele. Foi ótimo!

Você saiu da banda do Pensador para ir para os Detonautas. Foi difícil se acostumar ao novo ritmo?
Entrei no Detonautas em 2000, ainda estava na banda do Gabriel, mas já fazia shows com Detonautas, na época independente, fiquei até 2002 quando fomos assinar contrato com a Warner Music, ele entendeu porque eu era músico contratado e no Detonautas já era integrante da banda. O Gabriel praticamente foi o padrinho dos Detonautas.

Em 2007 você lançou o teu primeiro álbum solo, o Lounge vol.1. Ele repercutiu da maneira que você esperava?Não muito, porque é um estilo que não toca na rádio de massa, então ficou só nas rádios de internet. Até está tocando na rádio da Suíça, www.lounge-radio.com, mas eu adoro o disco tem sempre quem elogia, fiz com naturalidade, sem pretensão de vender muito ou estar entre as 10 mais, fiquei surpreso quando o Lounge vol 1, foi indicado ao Prêmio da Música Brasileira, no meio da nata da música brasileira, me orgulho desse disco. Amo ele.

Você tem outros projetos solo?
Tenho um projeto chamado LOUNGE SOUND SYSTEM , com Ricardo Brasil ( percussão ) e Hiroshi ( teclados ), é um projeto de música que vai do Lounge passando pro Jazz e música Brasileira, instrumental, bem legal!

Quais são os novos projetos dos Detonautas?
Acabamos de lançar o Cd e DVD Acústico Detonautas, um projeto que vem com música dos nossos 4 disco lançados e com duas inéditas, a idéia é trabalhar uns 2 ou 3 anos nesse projeto, depois a gente vê o que vai rolar, rs

Mudando um pouco de assunto. Faz pouco tempo que você começou a usar o Twitter. O que tem achado dessa nova ferramenta?Sensacional esse site. ali você expõe suas idéias. Fala o que quer, e compartilha com os amigos e fans. É também um site bom pra divulgar seu trabalho, sou novo ali.

Você acha que pode conseguir novos fãs para a sua música através dele?
Sim claro! Já estou ganhando não só pro meu trabalho, mas pro Detonautas também.

É claro que não podia faltar. A pergunta sem graça que sempre fazemos para os nossos entrevistados. O que você acha do Papeando.net?Um site interessante e bem criativo, onde você pode falar de qualquer coisa e com qualquer um é só ter um papo legal.

Nos fale um pouco sobre o Cleston. Como ele é no dia-a-dia?
Ultimamente caseiro, não sou de sair muito, fico curtindo a família a filha e a esposa, e trabalhando em casa mesmo quando não tem compromisso com Detonautas.

Você além de ser conhecido como músico é também reconhecido dentro dos gramados. Nos conte um pouco sobre como é jogar no Rock Gol.Comecei a jogar o Rockgol em 1997, quando estava na banda do Gabriel e na época estava magrinho, fui goleiro aí os caras começaram a gritar meu nome nas defesas que eu fazia. Como meu nome é diferente, o Paulo Bonfá e o Marco Bianchi começaram dar um destaque maior, rs, escuto isso até hoje, me amarro.

Bom, é isso aí Cleston, muito obrigado. Se quiser pode deixar um recado para os leitores do Papeando.
Que curtem os Detonautas, o DJ Cleston Lounge , www.myspace.com/djcleston, e que aqui o papo role bem, não parem de papear, RS abraço a todos. DJ Cleston.