quarta-feira, dezembro 22, 2010

Tico Santa Cruz analisa vida após A Fazenda

Peão fala sobre a importância do programa para sua carreira

O ex-participante de A Fazenda, Tico Santa Cruz, retornou pela terceira vez na fazenda nesta terça-feira (21). Após a participação no reality, o músico deu as caras na festa que reuniu todos os participantes do reality e agora veio fazer um dos shows da grande final, com o Detonautas Roque Clube.

Após a passagem de som, Tico foi até a área dos animais, onde recebeu o R7 para uma entrevista exclusiva. O peão falou sobre a emoção de retornar à fazenda, seu relacionamento com os ex-peões e seus planos musicais para 2011.

R7 - Qual a sensação de voltar para a fazenda após a eliminação? É só mais um trabalho ou tem alguma diferença?Tico - Tenho boas recordações e fiz grandes amigos aqui. Mesmo os maiores conflitos que tive, foram importantes. Sempre me emociono quando volto.

O quão importante é para a banda ter o som divulgado em um programa como A Fazenda?
A visibilidade é grande, estamos todos os dias na casa das pessoas, você cria uma intimidade. Muita gente não conhecia o Detonautas, pois são públicos diferentes. Nossos fãs continuam gostando e agora temos novas pessoas. Foi muito válido.

Acima de tudo, foi bom poder ter esse reconhecimento do público pela questão humana, pela identificação com os princípios e valores. Isso de ter gerado um interesse pela música, nos fortalece ainda mais.

Você não fez uma grande divulgação do Detonautas durante o programa. Já sentiu alguma diferença do público?Até usei a camiseta da banda, mas não era meu intuito ficar me promovendo, não preciso disso, embora não condene quem o faça. Já tenho meu trabalho consolidado e não queria fazer do programa uma base de lançamento para o Detonautas. Aqui foi uma coisa minha, particular, mas como membro da banda, acabei expandindo isso.

Mas isso é uma coisa muito particular de cada participante. Tem gente que veio aqui viver e aprender sobre a fazenda, outros para promover o seu trabalho e isso não é problema nenhum. No que eu pude não parecer tão ostensivo, eu fiz, como colocar uma blusa. Mas vim aqui para viver a fazenda. E vivi.

Ainda não tive o feedback dos shows, pois havíamos cancelado toda a turnê por conta do programa. Com a minha saída relativamente rápida, acabou gerando um problema, pois não houve como marcar outros shows em pouco tempo.

Em quase todas as festas rolou alguma música dos Detonautas, sempre cantada por todos os confinados. Você acha que todos gostam mesmo das suas músicas ou tinha gente fazendo cena?O que me importa é quem curtia. Se alguém estava fazendo tipo, não enganou a mim ou ao público, enganou a si mesmo. Os meus amigos eu sei que se emocionavam de verdade, pois era uma forma de eu estar aqui. Ontem mesmo encontrei a Luiza e o Carrasco e nós temos uma amizade muito forte.  Os outros, se foram sinceros, ótimo. Se não, não faz diferença.

Além deles, com quais eliminados você tem conversado?
Falo com a Geisy e também me comunico bastante com a Monique. Com a Janaina eu falo pelo Twitter e os outros converso eventualmente quando encontro, numa boa.

Pretendem lançar álbum novo em 2011? Independente ou com alguma gravadora?
Vamos continuar a fazer o que sempre fizemos. Vamos lançar um disco novo e o público que conhece só uma música por conta da fazenda, pode ir ao show, se interessar ou pode ter várias opiniões. Independente de qualquer coisa, nosso trabalho prossegue.

A partir de abril ou maio devemos preparar o lançamento. Estamos na fase da pré-produção e em alguns meses tudo deve estar pronto.

Fonte: A Fazenda por R7