quarta-feira, agosto 01, 2012

Crítica: Clube da Insônia

Dentre as tantas críticas que estão surgindo sobre o livro do Tico, selecionei duas.

Balaio - por Vanessa Meiser

Recebi de parceria com a Editora Belas Letras o lançamento de Tico Santa Cruz, o vocalista da banda Detonautas intitulado Clube da Insônia. O livro é uma coletânea de crônicas, textos, poesias e afins escrito pelo autor nas noites de insônia em que todo o resto do mundo dorme enquanto ele sofre com a falta de sono. É nestas horas que surgem os mais belos e complexos textos que nos são apresentados neste lançamento.

Clube da Insônia impossibilita uma resenha explicadinha devido ao fato de não ter um assunto específico, abordando então em seus 22 textos e Parte 1 e Parte 2 várias questões como por exemplo política e sociedade.
Na Parte 1 temos questionamentos sobre as próprias situações vivenciadas pelo autor expondo seus medos, angústias e descrenças. Já na Parte 2 encontramos uma espécie de desabafo de insatisfação com a sociedade e política atual com textos que levam o leitor a parar e pensar exatamente naquilo que o autor quer que avaliemos.

Além de um livro com conteúdo, Clube da Insônia é recheado de belíssimas ilustrações de tatuagens que representam a essência do texto que se segue a elas. São todas lindas e expressivas. Enfim, eu só tenho a agradecer pela oportunidade de ler este livro e desejo mesmo que ele faça todo o sucesso que merece e que os belos textos de Tico Santa Cruz sejam devidamente compreendidos pelos leitores que tiverem a oportunidade de ler Clube da Insônia.


A Vanessa postou também algumas fotos internas do livro, para quem ainda não viu o livro dá para matar um pouco da curiosidade.

Papel de um Livro - por Ewerton Lenildo


Esse livro é o lançamento desse mês de Julho da Editora Belas Letras. Logo quando o livro chegou ha uns dias atrás, eu fiquei com vontade de lê-lo. Então, inevitavelmente corri para ler. Li em uma tarde. (: É um livro de fácil leitura. E bem escrito. Isso contou um ponto positivo para mim. Mais um, aliás, pois não tive nenhum problema com o livro. Está impecável.

O livro reúne poesias, crônicas, textos reflexivos e outros gêneros literários que o autor sempre com um profundo sentimento, descreve e revela por meio da escrita. Alguns são contos bem mais curtos que outro, crônicas não muito extensas, e algumas histórias que não passam de quatro ou cinco folhas.

Muitos textos me fizeram refletir e pensar em “mundos” que eu jamais parei ou pararia para analisar. Sobre inúmeras reflexões eu gostei bastante do texto “Paz.exe”. Trata de um menino que é criado na rua e não conhece nem a paz, nem o amor. Encontra-se no seu modo mais “selvagem” e “animalesco” de viver. Com uma narrativa surpreendente, o autor nos explica as reflexões e medos do personagem, e como termina sua história. Muito bom!

Não posso deixar de ressaltar o trabalho magnífico que a Editora fez no livro. Cuidou dos mínimos detalhes, das mínimas figuras e ilustrações. Achei essa capa fantástica, e bem delineada. Até o material da folha do livro é motivo de parabéns à Editora. Equipe Belas Letras, meus parabéns. Arrasaram. Diagramação impecável.