quinta-feira, fevereiro 14, 2013

Protesto: Fora Renan


Meu ativismo não é de hoje. Minha participação política na sociedade vem desde a escola. Não foi por acaso que fui estudar na UFRJ o curso de Ciências Sociais. Essa é uma vocação que tenho. Não sou partidário e ainda não tenho maturidade suficiente para me candidatar a um cargo político. Meu papel como artista é levar através da música e das mensagens nos shows a reflexão, o questionamento e o incentivo aos jovens para que percebam o quanto é importante a participação popular. É meu dever como cidadão. 
Uso todos os meios que posso, desde a internet até os programas mais populares como "A Fazenda" que tanto utilizam para tentar desmerecer minhas iniciativas. Não tem problema. Sei como se joga o jogo. Sei usar e ser usado e já não me ofende mais quando alguém me pergunta "E você faz o que além de reclamar nas redes sociais?".  
Eu durmo de consciência tranquila. E aprendi nos anos de terapia que fiz a não esperar NADA dessas iniciativas. Simplesmente vou lá e faço o que acredito. Faço o que gosto. Faço mesmo sabendo que PROVAVELMENTE não verei o resultado dessas mobilizações em vida. E isso não me frustra mais. 
Há muitos anos venho trabalhando em escolas, universidades e até presídios e sei que isso já deu resultados. Quando uma pessoa desperta para o questionamento social e a responsabilidade política, meu trabalho já valeu.
Quero agradecer a todos que colaboraram com o manifesto de hoje. Não apareceram muitas pessoas? Não tem problema.
Nós fizemos nossa parte. Gritamos o que acreditamos, isso é um exercício de democracia. 
Muitos vão ridicularizar, justificar sua ausência, zombar. Muitos vão elogiar, incentivar, dar força para que continuemos lutando. Mas o fato é que não é de hoje que estou nessa batalha e não pretendo desistir dela.  
Então, que possamos continuar mantendo acesa a chama do inconformismo. Se nos entregarmos ou desistirmos, eles terão vencido. 
Vou dormir tranquilo. Grande abs a todos.



Fonte: FB | Instagram