sexta-feira, janeiro 10, 2014

Demolição do Chorão Skate Park é suspensa por uma semana

De A Tribuna On-line

A demolição do Chorão Skate Park, localizado no Canal 3, em Santos, será interrompida por uma semana, até que se resolva a dívida atual relativa ao aluguel do imóvel.

A informação foi divulgada na noite desta sexta-feira pela Prefeitura. Segundo a assessoria de imprensa, um encontro entre o prefeito Paulo Alexandre Barbosa e um parente do proprietário do imóvel resultou no acordo.

Ainda conforme a Administração Municipal, nesse período de uma semana, o cantor Tico Santa Cruz, vocalista do Detonautas e amigo de Chorão, comprometeu-se a buscar fundos para quitar a dívida do espaço. Caso isso aconteça, o prefeito informou que vai disponibilizar monitores para a realização de atividades esportivas no espaço.


Reação

A demolição do Chorão Skate Park começou nesta semana e gerou a reação de fãs do ex-vocalista Alexandre Magno, o Chorão, morto no dia 6 de março de 2013. Cerca de 20 pessoas, fãs de skate e da banda, protestaram no início da tarde. Após nove anos em funcionamento, o local (que era alugado), foi fechado em setembro, seis meses depois da morte do músico.

Assim que as atividades foram encerradas, o imóvel da Rua Almeida de Moraes, 54, Vila Mathias, foi devolvido à proprietária (cujo nome não foi divulgado), que havia optado por demolir a pista.

Ciente do início das intervenções, um grupo de fãs da banda e usuários da pista se mobilizou pelas redes sociais e criou o movimento Skate por Toda a Vida. A intenção é preservar o local e a imagem do cantor santista.

Para atingir o objetivo, eles pediram ajuda ao Poder Público. ''Queremos que a Prefeitura alugue ou compre o espaço e que seja construído um museu do skate nacional ou ainda uma atração para crianças carentes andarem de skate'', diz o produtor de eventos Victor Hugo Arantes.

Fonte: A Tribuna

Para impedir demolição da pista de skate de Chorão, Tico Santa Cruz pede ajuda
Local foi criado pelo ex-vocalista do Charlie Brown Jr. há nove anos e começou a ser demolido nesta sexta (10)

O cantor Tico Santa Cruz, do grupo Detonautas Roque Club, está trabalhando para impedir que a Chorão Skate Park, pista de skate idealizada por Chorão, ex-vocalista do Charlie Brown Jr., seja destruída após seu fechamento por problemas financeiros. Nesta segunda-feira (10), o local começou a ser demolido.

"Recorri ao contato de políticos para chegar ao prefeito (de Santos, Paulo Alexandre Barbosa). Meu objetivo era ajudar a canalizar essa energia e vontade dos fãs até pessoas que podem isso colocar em prática", disse o cantor ao iG.

Com contato direto com o prefeito, explica Tico, foi possível convencer o neto da proprietária que aluga o espaço a suspender a demolição por uma semana, a contar a partir desta sexta (10). Neste período, espera-se conseguir empresas apoiadoras que comprem cotas para pagar os R$ 21 mil mensais de aluguel.

Caso consigam os apoiadores, toda a manutenção e administração ficarão a cargo da prefeitura de Santos, que deve realizar projetos sociais no espaço, conta o vocalista.

"Conseguimos tirar a situação de perdida da pista para agora tentar uma parceria." O cantor disponibiliza sua página no Facebook e o e-mail: ticosantacruz@rocketmail.com.br para o contato de apoiadores.

Depois da morte do ex-vocalista da banda Charlie Brown Jr., fãs começaram a promover um abaixo-assinado para preservar o local. A pista tinha seu aluguel mantido pelo cantor, morto em março do ano passado. O local acabou sendo fechado em 28 de setembro de 2013 por falta de recursos financeiros e dívidas.

Fonte: Último Segundo - iG

Demolição de pista do Chorão é suspensa por ordem do prefeito de Santos
Paulo Anshowinhas

Do UOL, em São Paulo 10/01/201420h25



O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, anunciou em nota na tarde desta sexta feira que suspendeu temporariamente a demolição da pista de skate Chorão Skate Park pelo prazo de uma semana, a contar da data de hoje.

A decisão foi tomada depois de encontro na sede da prefeitura santista com um representante da proprietária do imóvel. Ela aceitou aguardar por mais sete dias a quitação da atual dívida que pesa sobre a pista e cujo valor oficial não foi revelado. Caberá ao músico Tico Santa Cruz, vocalista da banda Detonautas e porta-voz do movimento de manutenção da pista, levantar a verba em questão.

Caso a dívida seja de fato quitada nesse prazo, a prefeitura de Santos se prontificou a disponibilizar monitores para realizar e apoiar atividades esportivas no espaço.

No último dia 6 de janeiro, exatos 10 meses da morte do ídolo do rock e do skate Alexandre Magno, o Chorão, da banda Charlie Brown Jr., foi dada a ordem de demolição da pista. Nesta sexta, retroescavadeiras entraram no local e não pretendiam parar o serviço até que o espaço fosse completamente destruído. Indignado, um grupo de manifestantes se reuniu em frente à pista, convocou a imprensa e fez um protesto contra a ação.

"Nós convocamos esse protesto pacífico para sensibilizar o prefeito Paulo Alexandre Barbosa que este local deve ser preservado como um templo, um museu de interesse público por se tratar da melhor pista de skate coberta do país até hoje", afirmou o skatista Victor Hugo, o Indio, de 34 anos.

"É muita ingratidão da cidade com o Chorão, que sempre foi um embaixador de Santos, se o poder público da cidade não evitar que isso aconteça", resumiu Índio, que se acalmou ao contar que Tico Santa Cruz também estava em conversas diárias com o prefeito em busca de uma solução para o caso.

Em sua página pessoal no Facebook, Tico postou: "gente, a prefeitura não se dispôs a arcar com custos desse local que é privado, e segundo email do Secretário de Esportes do Município Alcidio Michael Ferreira de Mello, outras pistas foram feitas na cidade e inclusive batizadas com o nome do Chorão. Desapropriar o imóvel e ter de pagar uma indenização ao dono do imóvel me parece racionalmente impossível, pois isso teria um custo muito alto e teria de ser levado à Justiça", escreveu.

Ao mesmo tempo, um grupo criou um abaixo-assinado virtual quem em menos de quatro dias já conseguiu levantar mais de 15 mil apoiadores para pedir uma solução viável ao prefeito.

Confira a nota da prefeitura: "O Prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, conversou com um parente do proprietário do imóvel onde está localizado o Chorão Skate Parque, e conseguiu postergar a demolição do imóvel por uma semana. Neste período, o cantor Tico Santa Cruz busca arrecadar fundos para quitar a divida atual do imóvel. Caso a divida seja quitada, o prefeito informou que vai disponibilizar monitores para a realização de atividades esportivas no espaço."

Fonte: Esporte - Uol

Manifestantes protestam contra extinção da pista de skate de Chorão
Paulo Anshowinhas

Do UOL, em São Paulo 10/01/201417h49

Depois de 10 meses da morte do ídolo do skate e do rock Alexandre Magno, o Chorão da banda Charlie Brown Jr., manifestantes se reuniram hoje em frente a extinta pista de skate Chorão Skatepark e convocaram a imprensa para protestar contra a demolição – já iniciada.

"Nós convocamos esse protesto pacífico para sensibilizar o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (de Santos), que este local deve ser preservado como um templo, um museu de interesse público por se tratar da melhor pista de skate coberta do país até hoje", alerta o skatista Victor Hugo, o Indio, de 34 anos.

"É muita grande ingratidão da cidade com o Chorão que sempre foi um embaixador de Santos se o poder público da cidade não evitar que isso aconteça", indigna-se Índio sobre o episódio, mas se acalma ao contar que o músico Tico Santa Cruz, da banda Detonautas também tem conversado diariamente com o prefeito da maior cidade do litoral paulista em busca de uma solução para o caso.

Em sua página pessoal no Facebook, Tico postou: "gente, a prefeitura não se dispôs a arcar com custos desse local que é privado, e segundo email do Secretario de Esportes do Município Alcidio Michael Ferreira de Mello, outras pistas foram feitas na cidade e inclusive batizadas com o nome do Chorão. Desapropriar o imóvel e ter de pagar uma indenização ao dono do imóvel me parece racionalmente impossível, pois isso teria um custo muito alto e teria de ser levado a justiça", descreve.

Ao mesmo tempo um grupo criou um abaixo assinado virtual quem em menos de quatro dias já conseguiu levantar mais de 15 mil apoiadores para pedir uma solução viável ao prefeito.

De acordo com Vitor Hugo, que conversou diretamente com o representante da dona do imóvel, chamado apenas de Leonardo, "quem puder arcar com R$ 21 mil mensais de locação pode manter a pista", mesmo com as afirmações dos operários que têm a determinação de não parar a demolição".

De acordo com a assessoria de comunicação do Prefeito Paulo Alexandre Barbosa, de fato as conversas entre o músico Tico Santa Cruz e o governante tem existido, e por ordem do próprio prefeito foi solicitado um estudo jurídico do caso".  Ainda de acordo com a assessoria o prefeito deve divulgar um parecer sobre o caso até o final da tarde desta sexta-feira.

Fonte: Esporte - Uol