segunda-feira, janeiro 20, 2014

Tico esbarra em questões jurídicas para manter pista de skate aberta

Tico Santa Cruz esbarra em questões jurídicas para manter pista de skate aberta
O espaço público, preferido do cantor Chorão, pode ser demolido a pedido dos donos do local


Tico Santa Cruz está numa saga cheia de obstáculos para manter a Chorão Sk8 Park, em Santos, aberta. Depois de ter conseguido quitar os aluguéis atrasados da pista e fechar um acordo com a prefeitura do município, para realizar um projeto social no local, os donos do terreno pediram um fiador para manter o contrato de locação em pé, o que não foi previsto nem avisado ao vocalista do Detonautas.

Para tentar reunir a ajuda dos fãs e interessados em manter a pista de skake funcionando, Tico pretende reunir parte do dinheiro do Seguro Fiança, para evitar a procura de um fiador, com os fãs do grupo e frequentadores do local. Confira o texto que o cantor escreveu em seu Facebook:
Primeiro informe do dia - Chorão Sk8 Park
Queria muito começar esse dia dizendo a vocês que nossa proposta foi aceita e que o Park não será demolido. Mas esbarramos numa questão importante dentro do contexto que estamos trabalhando. Ele é regido por um instrumento jurídico e para que todas as exigências sejam ajustadas, os proprietários querem um FIADOR.
Nós até o momento, os 10 dias que tivemos, não imaginamos que depois de conseguir a empresa para quitar a dívida de 155 mil Reais, as empresas que vão ajudar a pagar os alugueis mensais de 21 mil reais, a reforma do park, o Projeto Social junto a prefeitura e tudo mais que já expliquei nos outros informes, que eles se recusariam a nos oferecer o espaço para mantermos o sonho de pé.
ACABOU?
NÃO, não acabou.
Liguei mais uma vez para o Prefeito Paulo Alexandre para impedir novamente a demolição, tendo em vista que os donos do terreno já entrariam com a máquinas HOJE.
Ele me respondeu que CONSEGUIU mais uma semana para que a gente possa arrumar um Fiador.
Contudo, descobri que existe uma seguradora que faz um processo chamado "Seguro fiança" - cujo o valor da apólice estamos descobrindo qual será.
Então amigos e amigas, agora vem a segunda etapa da nossa luta.
Como o aluguel é de 20 mil reais, nós imaginamos que esta apólice tenha um valor relativamente alto.
E como os fãs desde o começo se propuseram a fazer doações para que a gente pudesse salvar o espaço. Eu me disponho a fazer a minha doação e sei que muitos de vocês também. Para que a gente consiga pagar esse SEGURO FIANÇA caso não haja um Fiador disponível e possamos impedir a demolição.
NO FIM DO DIA DE HOJE, passo mais detalhes sobre essa missão. E sei que muitos de vocês que acompanharam até o momento poderão efetivamente ajudar, DENTRO DA TRANSPARÊNCIA QUE EXIGE UMA AÇÃO DESSAS.
Aguardem as próximas orientações.
O Sonho ainda não acabou.
‘Os obstáculos são grandes, mais ainda não acabou.
Vamos lutar até o fim.!

A pista será demolida na próxima semana, caso o seguro fiança ou um fiador não sejam apresentados aos donos do terreno.

Fonte: O Fuxico